Polícia Federal cumpre mandados em operação contra a exploração sexual infantil em oito estados

single-image

A Polícia Federal (PF) cumpre nesta quinta-feira (23), em oito estados, 28 mandados de busca e apreensão em uma operação contra a exploração sexual infantil.

De acordo com a PF, na Operação Nêmesis são investigados crimes de produção, armazenamento e distribuição de material pornográfico envolvendo crianças e adolescentes.

Caso haja flagrante de fotos, vídeos e arquivos em computadores, por exemplo, o suspeito é preso.

Até as 7h20, duas pessoas foram presas em flagrante, uma no Rio de Janeiro e outra na Paraíba.

Ao todo, 120 policiais cumprem mandados em oito estados:

Maranhão – 1;
Minas Gerais – 2;
Paraíba – 1;
Rio de Janeiro – 12;
Rio Grande do Sul – 6;
Santa Catarina – 3;
Sergipe – 1;
São Paulo – 2.
A operação é coordenada pela Unidade de Repressão aos Crimes de Ódio e Pornografia Infantil da Polícia Federal.

O nome da operação é uma referência à deusa grega da justiça.

Até oito anos de prisão
As penas para os crimes investigados variam entre um e oito anos de prisão.

Quem armazena material de pornografia infantil tem pena de um a quatro anos de prisão;
Para quem compartilha, a pena é de três a seis anos de prisão;
A punição aumenta para quatro a oito anos de prisão para quem produz esse tipo de material.

G1