Entidades intensificam mobilização para a greve nacional da educação

single-image
Diversas entidades se reuniram nesta segunda feira, dia 6 de maio na sede do SINFEMP, onde na oportunidade discutiram a greve nacional da educação contra a reforma da previdência e o desmonte da aposentadoria proposta pelo presidente Bolsonaro.
Ficou definida uma grande mobilização dia 15 de maio com concentração as 8 horas da manhã na Praça Edivaldo Mota, em frente a Sede do SINFEMP onde será realizada a concentração com realização de caminhada e ato público.
No município de Patos o SINFEMP deliberou paralisação de todas as categorias, devido ao atraso de salários dos servidores e o Decreto 011/2019 do Prefeito Interino Sales Júnior, onde prejudica os servidores públicos municipais.
Serão intensificadas as visitas aos locais de trabalho, como também ficou definida outra reunião para a próxima sexta feira, as 5 horas no SINFEMP ampliada com as outras entidades.
Trabalhadores e estudantes do IFPB, UFCG, UEPB, Escolas Estaduais, movimentos sociais serão convidados para a greve nacional da educação em Patos.
Já no dia 14 de junho será realizada a greve nacional de todos os trabalhadores e trabalhadoras contra a reforma da previdência.
Para o presidente da CTB – Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil, José Gonçalves, o momento é de unificar a luta contra os cortes de gastos na educação e contra a reforma da previdência do governo federal.
Sinfemp
PatosTV