Multas de trânsito vão subir até 900% a partir de sábado

multa_transitoA partir deste sábado, arriscar-se em ultrapassagens perigosas vai custar mais caro para motoristas que forem flagrados pela fiscalização. Nesta data entra em vigor a lei federal que altera o Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Entre as onze mudanças no código, estão as que aumentam a multa para esse tipo de infração e ainda as que endurecem o valor imposto a motoristas que praticam rachas. Em 2013, foram registadas 285.889 infrações, em casos que sofrerão punição mais severa; este ano, elas já somam 233.077.

No caso de ultrapassagens em que se força uma manobra perigosa com veículo vindo em sentido contrário, o valor da penalidade aumenta mil por cento, de R$ 191,54 para R$ 1.915,40. A multa para quem ultrapassar pelo acostamento, hoje de R$ 127,69, passará a R$ 957,70, uma alta de 650%. E as ultrapassagens em local proibido sofrerão reajuste de 500%, indo dos atuais R$ 191,54 para R$ 957,70. A percentagem valerá ainda para infrações como ultrapassagem em subidas, curvas e locais sem visibilidade. Leia mais

Tribunal de Justiça fica abaixo da meta de combate à corrupção

tjpbA Justiça Estadual da Paraíba ficou abaixo da média nacional, dentre os demais Tribunais de Justiça estaduais, no cumprimento da Meta 4 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que se refere ao julgamento de processos relacionados a crimes de improbidade administrativa e contra a administração pública. O Estado alcançou 33,42%, enquanto a média geral foi de 35,77%.

Os dados se referem a janeiro a julho deste ano e compõem o relatório parcial do cumprimento da Meta 4 do CNJ, que estabelece que os tribunais identifiquem e julguem até 31 de dezembro de 2014 as ações de improbidade administrativa e as ações penais relacionadas a crimes contra a administração pública. No caso da Justiça Estadual, a meta se aplica às ações distribuídas até 31 de dezembro de 2012.

Leia mais

Disputa pela presidência da Assembleia já tem seis concorrentes

Assembleia_pbA disputa pela Mesa Diretora da Assembleia Legislativa da Paraíba já conta com pelo menos seis parlamentares, sendo quatro da bancada governista. No processo de articulação estão no páreo os nomes dos deputados Ricardo Marcelo (PEN), que deve disputar a reeleição contra seu atual vice, Edmilson Soares (PEN). Os demais nomes são da base do Governo: Tião Gomes (PSL), Lindolfo Pires (DEM), Ricardo Barbosa (PSB) e Gervásio Maia (PMDB).

O deputado estadual eleito Ricardo Barbosa foi quem revelou as candidaturas postas de Edmilson Soares (PEN) e Tião Gomes (PSL) para a presidência da Assembleia. O próprio Barbosa é apontado como um dos prováveis candidatos, embora afirme que não pensa na presidência da AL. Mas, segundo ele, todos os 36 parlamentares têm o direito de presidir a Casa.

Leia mais

Bastidores: Maranhão, Aguinaldo e Lucélio podem compor Ministérios ou estatais de Dilma

maranhaoOs nomes do senador José Maranhão (PMDB), Aguinaldo Ribeiro (PP) e Lucélio Cartaxo (PT) tem estado nas rodas de apostas do estado e até do Governo Federal para cargos no novo governo da presidenta Dilma Rousseff (PT). Segundo especulações, os paraibanos podem ser integrar cargos em Ministérios ou estatais.

As notícias nos bastidores apontam o senador eleito José Maranhão (PMDB) com chances ser convidado por Dilma para um ministério, provavelmente o de Ministério das Minas e Energia, no lugar de outro peemedebista, Edison Lobão. Leia mais

Lula quer interferir mais e diz que voltará em 2018

lulaO ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tentará interferir mais no governo Dilma Rousseff e, em conversas recentes, disse pela primeira vez a aliados que será candidato ao Planalto em 2018.

Diversos interlocutores consultados pela Folha confirmaram ter ouvido o recado do petista. Alguns, inclusive, afirmam que a manifestação foi feita no domingo (26), depois de as urnas terem confirmado a vitória de Dilma.
Internamente, o PT já trata a candidatura de Lula como algo oficial. O petista terá 73 anos em 2018, e aliados ponderam que uma série de variáveis pode fazer com que mude de opinião mais à frente.

Leia mais

Ricardo reafirma que aliança com PMDB foi programática e diz que Cássio perdeu quando rompeu aliança

Ricardo reafirma que aliança com PMDB foi programática e diz que Cássio perdeu quando rompeu aliançaEm entrevista que repercutiu na rádio Arapuã FM, o governador reeleito pelo PSB, Ricardo Coutinho, disse que a aliança com o PMDB paraibano foi programática e destacou a importância de suas parcerias políticas para conseguir ampliar o desenvolvimento do estado.

– Ultrapassamos a manipulação da mídia porque tivemos ao nosso lado uma militância fantástica que soube fazer história. Não fizemos uma aliança simplesmente para vencer eleição, a aliança foi programática, é mais do que uma aliança eleitoral, precisa ser programática e de governabilidade – colocou. Leia mais

PB é um dos 11 estados onde governador tem minoria da bancada

ricardoDos 27 governadores eleitos neste ano, 15 devem ter maioria nas Assembleias Legislativas de seus estados, de acordo com levantamento feito. Outros 11 devem enfrentar problemas para aprovar propostas no plenário, já que a oposição deve ser mais numerosa. Já no caso do Distrito Federal, ainda não é possível saber como será a situação a partir de janeiro de 2015.

Para determinar o total da base aliada, foram considerados os deputados estaduais cujos partidos integraram as coligações dos governadores eleitos. Também foram contabilizados os políticos das siglas que apoiaram os eleitos no segundo turno, quando este foi necessário. Por isso, o número pode sofrer alterações até 2015, já que as composições ainda estão sendo negociadas. Leia mais