Recuperação de estradas é autorizada no Brejo da Paraíba

ricardoRicardo Coutinho assinou na tarde desta sexta-feira (31), em Guarabira, a ordem de licitação da recuperação de quatro estradas na região do Brejo. Ele ainda entregou uma passagem molhada no sítio Itamatay

O Governador Ricardo Coutinho assinou na tarde desta sexta-feira (31), em Guarabira, a ordem de licitação da recuperação de quatro estradas na região do Brejo. Os investimentos do Governo do Estado chegam a R$ 6,2 milhões para a realização das ações que deverão beneficiar Guarabira, Pilõezinhos, Cuitegi, Alagoinha, Alagoa Grande, Duas Estradas e Pedro Régis. Também durante a visita à região, o governador entregou uma passagem molhada no sítio Itamatay, fruto de uma parceria do Projeto Cooperar com a Associação de Pequenos Produtores de Itamatay, beneficiando mais de mil famílias das comunidades rurais próximas. Leia mais

Todo traidor é um mau-caráter?

O terapeuta Luiz Alberto Hanns explica como lidar com a raiva de ter sido traído, e fala sobre as diferenças entre infidelidades: quando é o caso de dar a segunda chance?

No primeiro artigo abordei as razões pelas quais homens e mulheres traem. Neste discutirei sobre como lidar com a raiva de termos sido traídos. Nos próximos falarei sobre lidar com a tristeza e insegurança e sobre casais que superaram o trauma de um caso extraconjugal.

A maioria das pessoas fica furiosa por dois motivos: indignação moral e ter sido rejeitada. Revejamos suas concepções morais. Seu parceiro pode ter sido incorreto, sacana, mentiroso, dissimulado, desleal, mas será que ter um caso extraconjugal faz dele um mau-caráter? Ter um caso é imoral? Depende.

todo_traidor

Nem toda traição é sinônimo de imoralidade. Antes de agir movida a raiva e ressentimento, leve em consideração as circunstâncias e o caráter de seu parceiro

Ficar atolada em recriminações moralistas não vai ajudá-la. Quer você decida se separar ou resgatar a relação, não “criminalize” o parceiro e nem se “vitimize”. Agir movida a raiva e ressentimento não é favorável (e ainda pior se vocês tiverem filhos). Há traições e traições. Veja a seguir os três casos que atendi em consultório: André, o bom-caráter, Rui, o egoísta e Walter, o marido cruel. Leia mais

Justiça suspende contratação temporária de servidores da prefeitura de Serra da Raiz

Adailma_FernandesO Pleno do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) deferiu, por unanimidade, a medida cautelar que visa declarar a inconstitucionalidade dos artigos 1º, parágrafo1º; 2º, incisos IV, V e VI e 3º, “caput”, da Lei nº 239/2001 do Município de Serra da Raiz. Os dispositivos autorizam a contratação temporária de pessoal, sem aprovação em concurso público, para atender às necessidades especiais da edilidade. A apreciação da liminar, na Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) nº 2001539-22.2013.815.000, é da relatoria do desembargador Marcos Cavalcanti de Albuquerque. Leia mais

Funcionários dos Correios na Paraíba entram em greve por tempo indeterminado

funcionarios-dos-correios-na-paraiba-entram-em-greve-por-tempo-indeterminado_1_jpg_280x200_q85_cropOs funcionários dos Correios da Paraíba decidiram entrar em greve, por tempo indeterminado a partir desta quinta-feira (30). A decisão foi tomada durante assembleia realizada na noite desta quarta-feira (29), no Sindicato dos Trabalhadores dos Correios e Telégrafos na Paraíba. Cerca de 70% do serviço de entrega de correspondência já está paralisado, e no final da tarde de hoje uma nova assembleia será realizada para decidir o rumo do movimento.

Leia mais

Sindicato de Jacaraú condena através da Justiça, servidores municipais a pagar 72 mil reais de contribuição sindical.

A sentença assinada pela juíza Audrey Kramy Araruna Gonçalves determina a PMJ descontar dos vencimentos brutos dos trabalhadores quatro dia de trabalho referente ao período de 2009 à 2012.

         unnamed             Setecentos e noventa e cinco servidores públicos municipais da cidade de Jacaraú, entre efetivos, cargos comissionados e prestadores de serviços foram condenados a pagar 72 mil reais ao Sindicato. A determinação é da Justiça devido a ação impetrada pelo presidente do sindicato Mariano Vito, no ano de 2009 que exigia da Prefeitura Municipal o desconto obrigatório da contribuição sindical destes servidores. A sentença assinada pela juíza Audrey Kramy Araruna Gonçalves determina a PMJ descontar dos vencimentos brutos dos trabalhadores quatro dia de trabalho referente ao período de 2009 à 2012.

O sindicato buscou na Justiça o desconto da contribuição sindical devido a categoria não reconhecer a luta dos dirigentes da entidade. Os servidores, por sua vez, se afastaram do sindicato por diversos motivos, dentre eles a falta de assembleia geral, conscientização dos trabalhadores, luta por melhores salários, contribuir voluntariamente para o sindicato, dentre outros. Outro motivo que afastou os servidores do sindicato foi o envolvimento do presidente Marino Vito com política partidária, além de ser perpetuar na direção da entidade por mais de 10 anos. Leia mais

CNTE convoca greve nacional dos trabalhadores em Educação

greve_marco_cartaz_v01A CNTE convoca mobilização nacional para os dias 17, 18 e 19 de março. Trabalhadores em educação vão parar o Brasil para exigir o cumprimento da lei do piso, carreira e jornada, investimento dos royalties de petróleo na valorização da categoria, votação imediata do Plano Nacional de Educação, destinação de 10% do PIB para a educação pública e contra a proposta dos governadores e o INPC.

A mobilização foi anunciada pelo presidente da CNTE após, ao arrepio da Lei, o Ministério da Educação orientar a atualização do piso em 8,32%, com a publicação, no dia 18/12 do ano passado, por meio da Portaria Interministerial nº 16 (DOU, pág. 24), da nova estimativa de custo aluno do Fundeb para 2013, a qual serve de referência para a correção do piso salarial do magistério em 2014.

O critério utilizado pelo MEC para atualizar o piso, em 2014, compara a previsão de custo aluno anunciada em dezembro de 2012 (R$ 1.867,15) com a de dezembro de 2013 (R$ 2.022,51), sendo que o percentual de crescimento entre os valores foi de 8,32%, passando o piso à quantia de R$ 1.697,37. Até então, a previsão de atualização era de 19%. Leia mais

Vale a pena ver a Copa no Brasil?

SÃO PAULO – Os episódios do final de semana em São Paulo reforçaram a desconfiança de que o país não está preparado para garantir a segurança dos turistas na Copa do Mundo, a despeito do esforço de autoridades e da Fifa para demonstrar o contrário. Vale a pena assistir a uma competição num lugar em que policiais dão tiros de bala de borracha no saguão de um hotel?copa

O governo brasileiro prepara um esquema gigantesco de segurança, com custos estimados em mais de R$ 40 milhões. O plano envolverá a Força Nacional, a Polícia Federal, as polícias estaduais, a Defesa Civil, os Bombeiros, as Guardas Municipais e, provavelmente, até o Exército, o que deve ser suficiente para proteger delegações, autoridades estrangeiras e, talvez, o entorno dos estádios. Leia mais