Vista aérea da cidade de Pedro Régis

Nascer do Sol na Praia de Baia da Traição

Pôr do Sol de Jacaraú

Parque Sólon de Lucena em João Pessoa

 

Vereador que disputa reeleição em JP fixa placa com recado para eleitor: “Não pago água, luz ou emplacamento”

Vereador que disputa reeleição em JP fixa placa com recado para eleitor: “Não pago água, luz ou emplacamento”

O medo de infringir a legislação eleitoral e arriscar perder não apenas o mandato, mas também a chance de reeleição começa a provocar reações inusitadas em alguns candidatos a uma das 27 vagas na Câmara Municipal de João Pessoa.

Nesta quinta-feira (25), por exemplo, o vereador Chico do Sindicato, do PT do B, avisou que já colocou uma placa em seu gabinete com um recado direto e reto para seu eleitor avisando que não vai se corromper adotando velhas práticas para conquistar votos.

Guia eleitoral começa nesta sexta-feira e juiz alerta para as regras da propaganda no rádio e na Televisão

Guia eleitoral começa nesta sexta-feira e juiz alerta para as regras da propaganda no rádio e na Televisão

Com apenas 30 dias de duração, a a propaganda eleitoral de mídia no rádio e na TV para os candidatos a prefeito e a vereador de todo o Estado começa nesta sexta-feira (25). Duarante os próximos trinta dias, os candidatos  estarão autorizados a fazer campanha com vistas ao pleito municipal, mas devem ficar atentos às restrições impostas pela legislação eleitoral.

As punições para quem cometer irregularidades vão de multa até detenção, conforme o juiz da propaganda eleitoral de mídia de João Pessoa, João Ferreira Ramos.

Justiça determina bloqueio de verba da Prefeitura para realização de cirurgias

Justiça determina bloqueio de verba da Prefeitura para realização de cirurgias

A 4ª Vara da Fazenda Pública da Capital atendeu a petição ajuizada pela 1ª Promotoria da Saúde de João Pessoa e determinou o bloqueio de R$ 145 mil reais das contas da Prefeitura Municipal de João Pessoa para custear os os materiais e os procedimentos cirúrgicos de duas pacientes, sendo uma no valor de R$ 110 mil e outra no valor de R$ 35 mil. A decisão foi expedida pelo juiz Waldimir Alcibíades Cunha.
De acordo com a promotora Maria das Graças Azevedo, a Promotoria ingressou em novembro de 2015 com uma ação civil pública requerendo a aquisição e disponibilização dos materiais cirúrgicos necessários a realização dos procedimentos cirúrgicos de nove pacientes, devendo arcar com todas as despesas com honorários médicos, exames e demais despesas hospitalares.

ALPB aprova projeto que pune empresas que praticarem trabalho escravo na Paraíba

A Assembleia Legislativa da Paraíba aprovou nesta terça-feira (16), projeto de lei que proíbe a utilização de benefícios fiscais por empresas que tenham feito uso de trabalho escravo.

O Projeto de Lei 629/2015, de autoria do presidente da ALPB Adriano Galdino, estabelece a proibição da utilização de quaisquer benefícios fiscais e a contratação pela Administração Pública estadual de pessoas físicas ou jurídicas, incluídos no cadastro de empregadores do Ministério do Trabalho e Emprego, que tenham mantido trabalhadores em condições análogas a de escravos.

Reunião entre governador e deputados esta semana deve enquadrar banqueiros na PB

Reunião entre governador e deputados esta semana deve enquadrar banqueiros na PB

O governador Ricardo Coutinho (PSB) confirmou, neste sábado (13), que vai convocar, na próxima semana, os deputados da Assembleia Legislativa da Paraíba para traçar estratégias que visem soluções para inibir, através de leis, os ataques a agencias bancárias e caixas eletrônicos no Estado da Paraíba.

Partidarização

Coutinho aproveitou para lamentar a potencialização da repercussão dos ataques na mídia e nas redes sociais com a partidarização dos ataques a agencias bancárias e ainda as críticas e chacotas feitas por setores da oposição com as sugestões apresentadas, como a de retirar o dinheiro dos caixas em determinados horários, devolvendo aos banqueiros a responsabilidade para cuidar do dinheiro que comercializam.

Juiz da propaganda eleitoral da PB admite dificuldades para fiscalizar eventuais ilícitos na internet

Juiz da propaganda eleitoral da PB admite dificuldades para fiscalizar eventuais ilícitos na internet

 É opinião unânime de que a disputa eleitoral de 2016 será aquela em que as mídias sociais terão um peso infinitivamente superior ao de outras eleições, como as de 2012 e a de 2014. Quem também pensa assim é o juiz da propaganda eleitoral de mídia da Paraíba, José Ferreira Ramos Junior que em entrevista a mídia paraibana revelou as dificuldades que o poder judiciário vem encontrando para fiscalizar esses meios.

Para o juiz José Ferreira Junior, o universo da internet é uma espécie de “terra sem dono” – e quase sem lei, eu diria – por isso ele prevê que a Justiça Eleitoral de todo o país terá dificuldade para fiscalizar eventuais ilícitos na internet, por que “não há estrutura suficiente” para se observar tudo. É preciso haver denúncia”, revelou.

Parecer que pede cassação de Eduardo Cunha será lido hoje na Câmara

Parecer que pede cassação de Eduardo Cunha será lido hoje na Câmara

Com a previsão de leitura em plenário hoje do parecer que pede a cassação do deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), começa a contar o prazo de duas sessões da Câmara dos Deputados para que a votação seja realizada. O futuro do parlamentar dependerá da aprovação do texto por 257 parlamentares. Caso contrário, o processo, que já se arrasta por quase 10 meses, será arquivado.
A promessa de que o texto será lido na sessão marcada para às 16h desta segunda-feira foi feita pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Apesar disto, a data para votação, segundo Maia, ficará a cargo de líderes partidários que devem se reunir logo depois da leitura do texto para tentar um acordo. Ao sair da Câmara no fim da manhã, Maia confirmou a leitura do parecer para esta segunda-feira.

nmS8Ejm4XRXSFlnunI6cZFcFxIr8ULKClZQ3sJKV7Nc